NOSSA HISTÓRIA

O Instituto Biofábrica de Cacau, foi fundado em 1997, pelo Governo do Estado da Bahia, no distrito de Banco do Pedro em Ilhéus-Bahia.

 

Em 2019 comemorando os 20 anos de história, o Instituto Biofábrica de Cacau pasou-se a se chamar Instituto de Fomento e Desenvolvimento Agro-Sócio-Ambiental da Bahia – BIOFÁBRICA DA BAHIA, e o equipamento público ganha uma nova marca comemorativa.

 

A Biofábrica da Bahia é a primeira unidade no mundo destinada à produção contínua, em escala industrial, de genótipos (clones) de cacaueiros selecionados, resistentes a doenças e de alta produtividade.

A Biofábrica da Bahia está localizado no povoado Banco do Pedro, em Ilhéus-BA. Possui 40 mil metros² de extensão, com capacidade de armazenar 4,8 milhões de plantas, em 20 viveiros.

 

A Biofábrica da Bahia, possui um dos mais modernos laboratórios de micropropagação do Brasil, além de um banco de dados e conhecimentos em protocolos técnicos e científicos certificados por órgãos renomados. Agora, a Biofábrica passa também a desenvolver experimentos de melhoramento genético e certificação.

 

a Biofábrica da Bahia conta com parceria do Governo do Estado da Bahia, por meio da Secretaria da Agricultura, Irrigação e Reforma Agrária (Seagri) e da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), e possui certificações da Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (ADAB), da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) do governo brasileiro e Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira (Ceplac).

A Biofábrica da Bahia, produz vasta quantidade de cultivares, entre mandioca, essências, cacau e outras fruteiras. Recentemente, a Biofábrica implantou o Kit SAF – Kit Sistemas Agroflorestais, que reúne mudas de cacau, açaí, graviola, abacaxi, urucum, goiaba, banana, mandioca, ipê, leucena, pau-cigarra, pau-brasil, olho de pavão, entre outras. O Kit SAF é uma inovação do IBC, com o objetivo de proporcionar ao agricultor, simultaneamente, um componente produtivo, arbóreo e de alimentação.

Outra inovação da Biofábrica da Bahia é a produção dos rocamboles de mudas. Um rocambole é capaz de conter 50 mudas, de mesma espécie ou diferentes, o que reduz espaço para cultivo e para o momento do transporte. Com essas novas opções, mais de 400 mil mudas foram distribuídas apenas no primeiro semestre de 2016.

Durante o ano de 2016, o instituto está implantando três programas: Projeto RENIVA, que objetiva construir uma rede de multiplicação e transferência de manivas-semente de mandioca com qualidade genética e fitossanitária, a ser composta por agricultores familiares e grandes agricultores das principais regiões produtoras de mandioca do território nacional, com a finalidade de atender à falta de material propagativo de mandioca; o Programa Florestal, cujo intuito é a coleta de sementes e plântulas de matrizes e porta-sementes cadastradas e reguladas conforme legislação; e o Programa de Agricultura, que fará a produção e oferta de material genético em qualidade, quantidade e regularidade para os três biomas da Bahia e para outros estados da federação.

Parque Fabril - Banco do Pedro
Rod. BA, 262, Ilhéus/Uruçuca - Km 32
WhatsApp: (73) 3689-6001
Telefone: (73) 3689-6103