top of page

Biofábrica discute parceria com gigante da fecularia e aposta no desenvolvimento rural sustentável

Em sintonia com a proposta do Governo do Estado, de promover a segurança alimentar e nutricional para pessoas em situação de vulnerabilidade social, a Biofabrica se insere em processos desenvolvedores com produtores, instituições públicas e indústria de alimentos. Assim, a partir dessa e de outras iniciativas, o Instituto Biofábrica da Bahia contribui com a promoção do desenvolvimento rural sustentável, através do Projeto Parceiros da Mata.


Nesse sentido, na última sexta feira (5), com a presença de técnicos da Embrapa e Superintendência da Bahiater, iniciamos uma proposta de parceria com a Prime Serviços Agrícolas e a Podium Alimentos, ambas representadas pelo Engenheiro Agrônomo Manoel Oliveira. A ideia é adicionar aos negócios da empresa uma unidade produtora de manivas e fomentar o melhor cultivo da Mandiocultura, com variedades com bom desempenho na indústria.


Hermínio Rocha, da Embrapa Mandiocultura, falou do momento importante para o trabalho da Biofábrica e para a mandiocultura baiana e brasileira. "A gente une dois parceiros aqui, que é a Prime Serviços Agrícolas e a Podium Alimentos, a maior fecularia da Bahia, junto com a Biofábrica. Essa reunião serve justamente para que haja o acerto de uma parceria, para que se possa equacionar a modificação e produção de material, junto com a sanidade, impactando diretamente na produtividade da mandiocultura no estado da Bahia".


Elton Fleck, também da Embrapa Mandiocultura, falou da consolidação e defesa da rede Reniva. "Esse trabalho em rede, juntando diversos atores, como está aqui o Manoel da PRIME e está o Valdemir da Biofábrica, é mais um grande passo para que então a gente consiga levar adiante essa produção de material propagativo de mandioca com qualidade".


Manoel Oliveira, consultor e produtor, falou em nome da PRIME e confirmou que a Podium Alimentos é a maior fecularia da Bahia. Hoje a matriz, situada no Paraná, responde por 25 % do mercado de amido de pão de queijo do país. "A gente veio buscar essa parceria junto com a Biofábrica para fomentar a cadeia de mandioca aqui na Bahia, trazer novos produtores e melhorar cada vez mais a qualidade dos nossos parceiros, para que possam obter cada vez mais produtividade e a gente mantenha a cadeia de mandioca solidária dentro do estado".


O Diretor Presidente da Biofabrica, Valdemir Santos, falou da alegria das novas parcerias, reconstruções, retomada da relevância da Biofábrica. Agradeceu aos pesquisadores Hermínio Rocha, Elton Fleck e ao Chefe - Geral da Embrapa, Francisco Laranjeira pela confiança e apoio.


"Espero que seja uma parceria fecunda, que a gente possa ampliar, possa construir, não só em prol da Biofabrica, não só em prol da Embrapa, não só em prol da Podium, da Prime, mas em prol da sociedade, em prol das pessoas, dos agricultores, e da inclusão social, porque é isso que importa, é isso que a gente defende", finalizou.


Para o Superintendente da Bahiater, Lanns Almeida, o Instituto Biofábrica exerce um papel fundamental no fomento da agricultura familiar com material de alto valor agregado. Um equipamento que exige uma equipe capaz, competente, alinhada com a atualidade da ciência e da inovação para o rural e em forte sintonia com as transformações positivas que a Bahia vem experimentando ao longo dos últimos 16 anos e com os profundos desafios que o Governo do Estado vem imprimindo.






168 visualizações0 comentário
bottom of page