top of page

Parceria: Biofábrica faz doação de 3 mil mudas de aipim para projeto no Conjunto Penal de Itabuna

A Biofábrica da Bahia, parceira no projeto Unidade Produtiva Rural, implantado no Conjunto Penal de Itabuna, vai doar 3 mil mudas de aipim para a implantação de um Sistema Agroflorestal (SAF), visando à produção de alimentos por parte dos reeducandos custodiados na unidade prisional. O projeto, que tem articulação com o programa Bahia Sem Fome, do Governo do Estado, tem ainda a participação da Secretaria Municipal de Agricultura e Meio-Ambiente Seagrima).


A formalização da doação ocorreu em reunião, realizada na sede da Biofábrica, no dia 16, com a participação do diretor presidente da Biofábrica, Valdemir José dos Santos, do secretário de Agricultura e Meio-Ambiente de Itabuna, Moacir Smith Lima, e do diretor-adjunto do Conjunto Penal de Itabuna, Bruno Pitanga, além do diretor administrativo da Biofábrica, Flávio Barreto, e do gerente de Associativismo e Cooperativismo da Seagrima, Miranildo Góes.


O projeto Unidade Produtiva Rural vai utilizar uma área de 1,2 hectares para o plantio consorciado de aipim, com outras culturas de ciclo curto, a exemplo de verduras diversas, visando a fortalecer o fornecimento de alimentação ao Bahia Sem Fome, sob a coordenação do Governo do Estado. A Biofábrica já havia orientado o início da preparação da área, bem como elaborou um plano de ação, doado ao Conjunto Penal de Itabuna, contendo as etapas a serem executadas, observando os cuidados agroecológicos a serem aplicados.


O diretor presidente da Biofábrica, Valdemir José dos Santos, declarou que é importante para a Biofábrica, enquanto Organização Social produtora de mudas certificadas, estar atenta às demandas da sociedade organizada, dos entes públicos e governamentais que buscam a efetivação do combate à insegurança alimentar. "Fazemos isso sem descuidar da responsabilidade ambiental e social, já que os beneficiários finais, o público a ser atendido pelo programa Bahia Sem Fome, merece o melhor que podemos ofertar", observou Valdemir dos Santos.




30 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page